Saiba como são aquecidos os gramados dos estádios do Mundial na Rússia

New Content Item
New Content Item
New Content Item
19.06.2018

Presente em oito dos 12 estádios do maior campeonato de futebol do mundo, a REHAU aquece também água potável e piso

 

Para garantir as melhores condições de jogo nos estádios do Mundial, a REHAU levou suas soluções inovadoras de aquecimento de grama e outros sistemas de polímeros. O 21° campeonato acontece entre os dias 14 de Junho e 15 de Julho na Rússia espalhado por onze locais, em um total de doze estádios.

 

Os responsáveis por oito estádios optaram pela tecnologia de aquecimento de relva da REHAU. Os tubos RAUTHERM foram instalados abaixo das bases, num total de 64.000 metros quadrados e agora aquecem o gramado de forma confiável no inverno. Em caso de altas temperaturas no verão, o sistema também permite o esfriamento.

 

Distribuição de calor uniforme

 

A tecnologia Railfix é utilizada pela REHAU na colocação dos tubos de polímero. No processo, os trilhos especiais asseguram que os tubos e os circuitos de aquecimento sejam inseridos precisamente como planejado, garantindo uma distribuição de calor uniforme. Os tubos são colocados cerca de 25 centímetros abaixo do gramado e, portanto, são protegidos contra danos. A grama do campo pode ser cultivada profundamente sem nenhum problema sem o risco de danificar as tubulações. As conexões e os canos em si são projetados de tal forma que danos ou até mesmo um vazamento é descartado sem ação externa.

 

Além disso, o sistema de distribuição Tichelmann pré-isolado reduz as perdas de calor e provoca menos custos operacionais do que um sistema não isolado. Portanto, o sistema de controle inteligente do aquecimento opera na chamada faixa de baixa temperatura com um valor máximo de cerca de +2 graus Celsius na superfície do gramado. Esta baixa temperatura tem a vantagem de que o consumo de energia primária seja baixo e o dano no gramado seja evitado.

 

No Mundial de seleções, os tubos e canos de aquecimento da REHAU realizam também o aquecimento da água potável, bem como do piso radiante nas salas de eventos da maioria dos estádios, garantindo as melhores condições mesmo fora das quatro linhas.

  

Presença na Rússia há mais de 20 anos

 

Desde 1995, a REHAU atua na Rússia e emprega cerca de 600 trabalhadores. Em 2005, a empresa abriu uma fábrica a leste de Moscou para a produção de perfis de portas e janelas feitas de PVC, a segunda maior empresa do mundo. Os produtos da REHAU podem ser encontrados em vários pontos de destaque na Rússia, por exemplo, abaixo da zona de pedestres do Moscow Manege, a sala de exposições perto das paredes do Kremlin. Abaixo da superfície, há cerca de trinta quilômetros de tubulações, nas quais a água quente circula, e aquece as pedras de pavimentação de maneira menos dispendiosa do que o aquecimento convencional movido a eletricidade. Assim, no inverno os caminhos são livres de neve e sujeira, totalmente sem descongelamento de sal e química.

 

Em um projeto conjunto com a Câmara de Comércio Exterior da Alemanha e Rússia, a REHAU atualmente é uma das cerca de 35 empresas alemãs que produzem na Rússia, participando de uma performance da indústria alemã no período que antecedeu o campeonato mundial. Além de uma apresentação on-line (www.russlandmeister.de), o projeto também inclui uma exposição de fotos por várias semanas na melhor localização central da área de pedestres de Arbat, em Moscou.

 

A REHAU oferece soluções prospectivas e holísticas para construção e modernização sustentáveis. O foco aqui é em temas como construção com eficiência energética, uso de energias renováveis e gerenciamento de água. A REHAU é uma parceira forte para seus clientes, com soluções de sistemas sofisticados e ofertas de serviços abrangentes nas áreas de janelas, tecnologia de construção e engenharia civil. Com cerca de 20.000 funcionários em mais de 170 localidades, a empresa independente, de propriedade familiar, procura estar próxima do mercado e do cliente em todo o mundo.